Documentário: Natura e mais 3 grandes empresas te convidam para discutir o mundo contemporâneo

Por: Marilia Maciel

Categoria: Institucional

01 dezembro 2017

post-quem-queremos-ser-v2

A Natura se uniu a três grandes marcas, Canal GNT, Itaú e Nestlé Molico, para discutir o mundo contemporâneo a partir de três temas fundamentais: Maturidade, Empatia e Futurismo.

Levamos alguns profissionais de comunicação e pensadores para caminhar pelas obras expostas no Instituto Inhotim – maior museu de arte contemporânea a céu aberto do mundo, localizado em Brumadinho, a 60km de Belo Horizonte – e usá-las como gatilho para reflexão desses temas importantes no tempo em que vivemos.

Por que esses temas para pensarmos quando somos quem queremos ser?

Com o mundo em crise e ideais vindo a baixo, é quando a filosofia ganha protagonismo. Esses temas foram escolhidos para serem refletidos pois têm e terão grande impacto no nosso dia a dia.

Maturidade

Passou a ser um grande território para pensarmos. Em 2050, 30% da população brasileira será de pessoas maduras, que deverão se preparar para serem ativas e produtivas.

Empatia

Essa é a palavra-chave para essa era pós-individualismo. Afinal, estamos reconhecendo o quanto somos interdependentes uns dos outros.

Futurismo

Precisamos olhar para o futuro, pois a aceleração tecnológica aponta a importância de estudar o futurismo, para nos preparar para o que chega cada vez mais rápido.

Venha refletir junto com a gente sobre o mundo que queremos ter daqui pra frente. Acompanhe o documentário “Quando somos quem queremos ser” AMANHÃ, dia 02/12, às 00h30, no canal GNT #umaquestaoemcomum.

 

Dê o play no vídeo abaixo e confira o trailer:

comentar (2)
compartilhar

2 responses to “Documentário: Natura e mais 3 grandes empresas te convidam para discutir o mundo contemporâneo”

  1. Maria Piedade disse:

    No mundo contemporâneo, esbarramos com vários motivos para reflexão. O desenvolvimento do ser humano e sua evolução nos faz pensar, seriamente, que o futuro está chegando muito rápido e nem sempre o acompanhamos. Que o idoso de hoje já não se acomoda na cadeira de balanço, à contar histórias para os netos. Ele busca participar das questões familiares, econômicas e sociais, utilizando-se de seus conhecimentos intectuais e de duas experiências adquiridas ao longo da vida. Além disso, percebemos que as relações interpessoais estão, cada vez mais, sendo exigidas para elaboração dos projetos de vida, sejam estes no âmbito conjugal, profissional, econômico, social.
    Concluímos, portanto, que numa sociedade contemporânea, o homem necessita de intercâmbio de ideias, experiências, afeto, cumplicidade, se vislumbra alcançar seus objetivos.

  2. lúcia disse:

    gostaria de deixar aqui a sugestao da volta dos seguintes produtos..shampoo de maracuja, condicionador maracuja e mascara de tratamento maracuja..eram otimos produtos, tenho clientes que aguardam a volta desses produtos..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *